InícioSociedadeGardunha sul entra no Plano Nacional de Regadios

Gardunha sul entra no Plano Nacional de Regadios

O anúncio feito pelo ministro da Agricultura, Capoulas Santos, de que o alargamento do Regadio da Cova da Beira à Gardunha Sul passa, finalmente, a integrar o Plano Nacional de Regadios faz renascer a esperança, mas não chega para convencer a generalidade das mais de duas centenas de agricultores que já trabalham a terra nas zonas que o projeto permitirá irrigar.

“Precisamos de ver para crer”, afirma, com ceticismo, Gonçalo Batista, da  empresa “Frutas da Quinta da Fadagosa”, que produz 80 hectares de cereja, pêssego e nectarina, na freguesia de Castelo Novo. As reservas de Gonçalo são partilhadas por muitos agricultores e residem no facto de o projeto de alargamento do Regadio da Cova da Beira ao lado sul da Gardunha ainda não estar aprovado.

“O investimento é fundamental para  o desenvolvimento da agricultura, mas deverá passar-se rapidamente da intenção à concretização”, adverte, por seu lado, a Associação Distrital de Agricultores de Castelo Branco, expressando o desejo de que não se repita o que aconteceu com o Regadio da Cova da Beira, que foi inúmeras vezes “anunciado e adiado”.

Toda a reportagem na edição impressa do JF.

Lúcia Reis