InícioSociedadeEspecialistas avisam que vespa velutina ameaça saúde pública

Especialistas avisam que vespa velutina ameaça saúde pública

O auditório da Escola Profissional do Fundão foi pequeno para acolher os cerca de130 apicultores  de várias zonas do país, que participaram sábado nas Jornadas de Apicultura promovidas pela associação Pinus Verde e que contaram com o contributo de nove credenciados especialistas. O desafio era refletir sobre os problemas e desafios que se colocam à comunidade apícola e as jornadas terão correspondido às expectativas.

“Foram as jornadas mais participadas e com maior amplitude de temáticas abordadas”, disse ao JF,  em jeito de balanço Carlos Jerónimo, presidente da Pinus Verde, sublinhando a presença do presidente da Federação dos Apicultores de Portugal, Manuel Gonçalves, que, no início dos trabalhos, tranquilizou os presentes, informando que para a apicultura a Federação tem reivindicado (do ministro) “igual tratamento” ao da agricultura relativamente a apoios para os prejuízos dos incêndios.

A incontornável problemática da vespa velutina dominou boa parte das atenções durante a manhã e o presidente da Federação foi o primeiro a dar o mote. Disse que é preciso dar mais atenção ao combate àquela vespa asiática, que é uma espécie de inimigo número um das abelhas.

Um dos especialistas presentes, Marco Portocarrero, critica o alheamento do Estado, “que tem tido a política da avestruz”.

Toda a reportagem na edição impressa do JF.

Lúcia Reis