InícioSociedadeEmpreitada do troço Covilhã-Guarda arranca segunda-feira

Empreitada do troço Covilhã-Guarda arranca segunda-feira

A Estação da Covilhã recebe, segunda-feira, dia 5, a partir das 16:45, a cerimónia que assinala o arranque das obras de modernização do troço ferroviário Covilhã-Guarda, da Linha da Beira Baixa.

Com presença do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, e da Comissária Europeia dos Transportes e Mobilidade, Violeta Bulc, o início da empreitada acontece nove anos depois do enceramento do troço.

O Agrupamento Ramalho Rosa Cobetar/Conduril é responsável pelos trabalhos, que representam um investimento de 52 milhões de euros, com financiamento comunitário de 85%, cuja concretização permitirá a reabertura à exploração ferroviária deste troço com 46 quilómetros.

Neste projeto está também incluída a construção da denominada Concordância das Beiras, via de ligação entre as Linhas da Beira Baixa e da Beira Alta, que deverá ficar pronta no primeiro semestre de 2019. Esta concordância inclui a construção de um viaduto ferroviário sobre o rio Diz, com uma extensão de cerca de 238 metros.

O projecto de requalificação do troço prevê “a renovação e eletrificação total da via, a remodelação de edifícios de passageiros, a automatização e supressão de passagens de nível, a reabilitação de seis pontes metálicas centenárias, a execução de sistemas de drenagem e de trabalhos de estabilização de taludes e a instalação de sinalização eletrónica e telecomunicações”.

Na linha vão poder circular comboios com 600 metros de comprimento, além de estar prevista a futura migração para a bitola que permita a interoperabilidade ferroviária com Espanha e o resto da Europa.