InícioOpiniãoHospital do Fundão: uma história para continuar!

Hospital do Fundão: uma história para continuar!

Miguel Nascimento

Em abril, em tempo de evocação da liberdade e do mundo novo que a revolução dos cravos proporcionou, a comunidade fundanense registou, com agrado, as palavras de esperança do ministro da saúde do governo da República em relação ao Hospital do Fundão, nomeadamente no que diz respeito à instalação de uma unidade de medicina nuclear, permitindo uma melhoria muito significativa dos cuidados de saúde prestados à população. É uma excelente notícia para o Fundão e para a região! Em primeiro lugar porque ela traduz uma aposta do governo no Hospital do Fundão procurando instalar serviços de saúde, reforçar competências e requalificar instalações. Este é um caminho desejado há muito pela comunidade fundanense e pela região.

Este sinal positivo do actual governo contraria os muros de silêncio de muitos anos e as práticas de abandono, esquecimento e desinvestimento de tempos demasiado longos e penosos em relação ao Hospital do Fundão. Quando passam 44 anos sobre o 25 de Abril e do início do processo de construção do Serviço Nacional de Saúde é gratificante verificar que o Hospital do Fundão, integrado no Centro Hospitalar da Cova da Beira, tem uma história para continuar no SNS e na prestação de cuidados de saúde à comunidade fundanense e à região.

A unidade de medicina nuclear não fica instalada apenas com as palavras do senhor ministro! Mas acredito nelas! E acredito que desta vez o rumo do Hospital do Fundão pode inverter-se no sentido da construção de um futuro melhor para esta importante estrutura e para todos os profissionais que nela trabalham. Sem saúde não temos nada! É também por isso que há muito reclamamos que se valorize o Hospital do Fundão para que esta unidade hospitalar seja, verdadeiramente, um reforço do Interior e das suas populações no acesso aos serviços de saúde de qualidade. Também por isso temos que continuar o caminho de reivindicação de todas as valências a que o nosso território tem direito se quisermos ter um futuro com gente e com serviços fundamentais ao desenvolvimento da nossa região.

Valorizar o Hospital do Fundão é fazer justiça ao Interior e, acima de tudo, fazer justiça a uma comunidade que sempre esteve ao lado do seu Hospital. Foi grande o exemplo solidário dos fundanenses na realização dos cortejos de oferendas para angariação de meios financeiros de reforço desta unidade de saúde, ora apoiando a conclusão de uma parte do edifício, ora apoiando a aquisição de material médico. Culturalmente, o Hospital está entranhado na pele da comunidade fundanense! E é também em nome dessa cumplicidade, dessa história comum, dessa vontade alargada e partilhada que se devem reforçar os caminhos do futuro, com serviços, valências, competências, requalificação de infra-estruturas, investimento e atracção de profissionais.

Mas este processo será longo e precisa de entendimentos alargados. Por isso, também registo com agrado o trabalho em rede que tem vindo a ser realizado pelo Centro Hospitalar da Cova da Beira, Santa Casa da Misericórdia do Fundão e Câmara Municipal do Fundão, no sentido do desenho de respostas locais adequadas às necessidades estruturais e de reforço desta plataforma de reivindicação comum junto do poder central. Para além do papel que o Estado deve desempenhar no sentido de garantir a igualdade na prestação de cuidados de saúde a todos os cidadãos, independentemente da geografia em que residem, compete às instituições locais a melhor articulação possível no sentido da apresentação de soluções com solidez, escala e sustentabilidade que permitam alcançar resultados que a todos beneficiem.

No fundo, o que nós desejamos é que o Fundão e os fundanenses tenham acesso a cuidados de saúde de qualidade e que o seu Hospital de sempre volte a ser o seu grande referencial e um baluarte de esperança, com mais presente e futuro. A saúde é um bem maior e uma causa comum. É por ela que devemos lutar até ao limite das nossas forças, por nós e pelos nossos, pelo Fundão e pelo Interior!