InícioCovilhãJogadores do Sp. Covilhã reflorestam encosta junto ao estádio

Jogadores do Sp. Covilhã reflorestam encosta junto ao estádio

Cinco jogadores e o treinador do Sporting da Covilhã, da II Liga de futebol, participaram esta quarta-feira na reflorestação da encosta da Mata Nacional com vista para o Estádio Santos Pinto, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Árvore.

Vítor São Bento retira com delicadeza um carvalho-negral da cuvete, enquanto Gilberto, o capitão, com uma pá, ajeita a cova, para a seguir o guarda-redes usar as mãos com que trava as bolas para agora cobrir a raiz com terra, numa tarefa que não lhe é estranha.

“Mexer na terra sempre fez parte de mim e acho que as crianças, se crescessem em ambientes mais rústicos, seriam mais felizes”, sublinha o guardião, “entusiasmado” por poder contribuir para que a Serra da Estrela volte a ser mais verde. “Todos devem ajudar a recuperar a Natureza, uma vez que também somos nós que a destruímos”, acrescenta Vítor São Bento.

Mais abaixo, Renato Reis, de enxada na mão, recorda o “cenário impressionante” dos dias de agosto em que as chamas lavraram por toda a encosta da Covilhã, num incêndio que começou minutos antes de os jogadores entrarem em campo.

“Este é um dever nosso enquanto cidadãos. Se toda a gente der uma ajuda, a tarefa de reflorestar será mais fácil”, sublinha o médio.

Gilberto considera a colaboração do clube “um gesto de solidariedade” para com a Serra da Estrela e pretende transmitir à cidade “união”.

“Queremos mostrar à cidade que, nas causas nobres, estamos sempre presentes. Foi frustrante ver tudo em chamas e custa-nos ver tanto negro. Esperamos que outros sigam o exemplo e ajudem a plantar mais árvores”, realça o capitão serrano.

Enquanto segura uma azinheira, o treinador José Augusto acentua ser “uma missão do ser humano plantar uma árvore”. O técnico entende ser também uma forma de reforçar o elo com a comunidade.

“É importante para nós marcar este golo na comunidade. Queremos também deixar a nossa marca, com estas árvores”, vinca o técnico dos “leões da serra”.

José Serra dos Reis, vereador na Câmara da Covilhã, elogia a adesão à iniciativa do Sporting da Covilhã, que se fez representar com cinco jogadores do plantel principal e vários dos escalões de formação.

O autarca destaca o “simbolismo” da presença dos atletas e espera que outros sigam o exemplo.

“Tivemos aqui jovens das escolas. Os atletas e os treinadores são muitas vezes os seus símbolos, e eles gostam de seguir os seus exemplos. O que peço é que, tal como eles, outras associações se juntem a esta grande iniciativa de reflorestação da floresta, não só na Covilhã como em todo o país”, apela o vereador.

Durante o dia foram plantadas cerca de duas mil árvores, com o contributo de 200 pessoas. Na ação, promovida pela Câmara da Covilhã, pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e pelos Guardiões da Serra da Estrela, participaram escolas, empresas, forças de segurança, bombeiros e outras organizações.