InícioCastelo BrancoUma árvore de Natal diferente em Proença-a-Nova

Uma árvore de Natal diferente em Proença-a-Nova

Este ano, a árvore de Natal da Câmara Municipal de Proença-a-Nova é diferente e especial, pois é feita de pedaços de tronco queimados pelos incêndios.

“A arte tem esta particularidade de criar inquietude e o objetivo da Câmara é, por um lado, transmitir uma mensagem de esperança, em que a partir de um evento negativo podemos trazer e criar aspetos positivos; e, por outro, é uma chamada de atenção permanente para a responsabilidade que todos temos, a nível institucional e particular, de impedir que tragédias como as que afetaram o país em 2017 não se voltem a repetir”, explica o autarca João Lobo.

De referir que neste mês de dezembro a autarquia vai realizar 19 ações de sensibilização, estando previstas mais seis em janeiro. A temática são os incêndios florestais “porque é fundamental que todos conheçam os seus deveres em matéria de limpeza da floresta junto aos aglomerados populacionais para termos a condição de proteger, em primeira linha, pessoas e bens”, acrescenta.

“Depois, numa segunda fase, e com o processo de cadastro em andamento, avançar-se-á para uma gestão integrada e profissional deste importante recurso”, informa ainda João Lobo.

Para além dos troncos de pinheiro bravo, a árvore de Natal tem canecos em barro utilizados na tradicional recolha de resina, uma das atividades de maior importância na região em décadas anteriores, havendo diversos projetos que têm como objetivo recuperar a resinagem como atividade económica, com impacto na limpeza da floresta e prevenção de incêndios.

Em cada caneco estão plantadas árvores e arbustos autóctones que podem, de igual forma, ser fonte de rendimento (por exemplo, o medronho ou o pinheiro manso). Da autoria de Catarina Alves, escultora e técnica superior na câmara, a instalação artística está disponível para visita no átrio dos Paços do Concelho.