InícioSociedadeGraffiter’s com mais de 60 anos pintam mural

Graffiter’s com mais de 60 anos pintam mural

Maria do Céu Fernandes nunca pensou que, aos 93 anos, haveria de empunhar uma lata de ‘spray’ para desenhar numa parede, mas na terça-feira vestiu a pele da ‘graffiter Pirata’ e deixou o seu traço num muro da cidade da Covilhã. Juntaram-se-lhe Filomena Nave, Carlos Monteiro, Natália Cruz e Maria Mineiro, num total de 20 pessoas com idades entre os 60 e os 93 anos que, ao longo de dois dias, aceitaram o desafio de participarem no projeto Lata 65.

São artistas improváveis que deixaram de lado os problemas da idade e avançaram com entusiasmo e alegria para aquele que é o primeiro mural realizado por pessoas com mais de 60 anos, na cidade que inspirou o Lata 65.

Dinamizado por Lara Seixo Rodrigues – que também é organizadora do WOOL-Covilhã Arte Urbana – o Lata 65 foi lançado depois de a mentora ter verificado o interesse com que os mais idosos seguiam o trabalho dos artistas durante as intervenções murais.

A primeira edição foi pensada em 15 dias e realizou-se em Lisboa. Decorria o ano de 2012 e, desde então, o projeto já passou por muitas localidades do país e do estrangeiro, tendo abrangido cerca 370 pessoas.

Toda a reportagem na edição impressa do JF.

Catarina Canotilho