InícioSociedadeEmpresa quer explorar lítio na região

Empresa quer explorar lítio na região

Cabeço da Argemela - (c) Diamantino Gonçalves/JF

Cabeço da Argemela - (c) Diamantino Gonçalves/JF

Uma empresa de Aljustrel – a PANNN – Consultores de Geociência, Lda. quer explorar lítio e estanho, entre outros depósitos minerais, no Cabeço da Argemela, entre os concelhos do Fundão e da Covilhã.

O anúncio da celebração do contrato de concessão da exploração foi publicado na II série do Diário da República de 6 de fevereiro e está a gerar natural preocupação entre os autarcas das freguesias que partilham o cabeço da Argemela, como são os casos de Silvares e Lavacolhos, no concelho do Fundão e do Barco e da Coutada, no concelho da Covilhã.

A empresa já reuniu com as Câmaras do Fundão e da Covilhã, mas continua a haver pouca informação sobre aspectos concretos de uma exploração mineira que poderá representar um investimento de 35 milhões de euros e a criação de 120 postos de trabalho, como informou o presidente da Câmara, Paulo Fernandes, sexta-feira na Assembleia Municipal.

O assunto tem, aliás, mobilizado atenções na região, dado o interesse económico de um investimento como este, mas, também, porque há quem aconselhe cautela numa altura em que ainda falta muita informação sobre o projeto.

Toda a informação na edição impressa.

Lúcia Reis