InícioSociedadeSinistralidade: Castelo Branco com menos vítimas mortais

Sinistralidade: Castelo Branco com menos vítimas mortais

O distrito de Castelo Branco está a registar este ano números mais animadores em termos de sinistralidade rodoviária, com menos três vítimas mortais do que no mesmo período de 2016.

Nos primeiros cinco meses de 2016, houve oito mortos, enquanto de janeiro até maio deste ano foram cinco as pessoas que perderam a vida na estrada.

Ao invés, o distrito de Guarda sobe bastante os números, passando de um morto apenas em 2016 para quatro já registados este ano.

Esta é, de resto uma tendência nacional, pois os acidentes nas estradas portuguesas já provocaram este ano 184 mortos, mais 23 do que em igual período de 2016, segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Se aqueles números se reportam a maio, já neste início de junho a situação não é nada agradável, verificando-se nestes primeiros dias dois mortos na região. Quinta-feira foi um idoso que morreu após o despiste de um trator em Pinhel e na sexta-feira foi um militar da GNR, de 38 anos, a perder a vida quando conduzia uma moto e embateu num automóvel.

Filipe Sanches