InícioSociedadeProteção de menores: quase mil casos acompanhados em 2016

Proteção de menores: quase mil casos acompanhados em 2016

No ano passado foram comunicadas 418 novas situações de crianças e jovens em risco às 11 comissões de proteção de crianças e jovens (CPCJ) do distrito de Castelo Branco. Entre processos transitados do ano anterior, novos e reabertos foram tratados nestas entidades 960 processos relativos a situações de crianças e jovens em perigo, mais que na Guarda, que registou 864 casos em acompanhamento.

Em relação com 2015, os números mantém-se constantes: Castelo Branco tratou um total de 989 casos e o da Guarda 892.

Os dados constam do Relatório de Avaliação da Atividade das CPCJ de 2016 dado a conhecer no Encontro Nacional que decorreu em Idanha-a-Nova, na semana passada.
Castelo Branco (312), Covilhã (233) e Idanha-a-Nova (127) acumulam mais de metade dos processos tratados nas CPCJ do distrito.

Outro dado preocupante do relatório indica que foram reabertos no ano passado 31 processos.

Tal como no resto do país, as principais entidades sinalizadoras foram as forças de segurança, com e os estabelecimentos de ensino.

Leia toda a informação na edição impressa do JF.

Célia Domingues