InícioSociedadeProdução de cereja vai superar a do ano passado

Produção de cereja vai superar a do ano passado

“Já pintam as cerejas a sul da Gardunha”. A expressão popular significa que estão a amadurecer as primeiras cerejas na zona do Fundão. Se a chuva prevista para o próximo fim de semana não cair em demasia, daqui por uma semana serão colhidas as primeiras cerejas deste ano.

A Cerfundão, unidade de embalamento e comercialização de cerejas da Cova da Beira, recusa, para já, antecipar dados da campanha de 2017 tendo em conta, precisamente, “as previsões meteorológicas para o último fim de semana de abril.

Contudo, se a chuva não for intensa, a sul da Gardunha aparecerão as primeiras cerejas”, adianta José Pinto Castello Branco, presidente do Conselho de Administração da Cerfundão.

Uma certeza existe: a campanha deste ano será melhor que a do ano passado. Recorde-se que em 2016 foi um ano atípico para a cereja nacional, com prejuízos causados pelas condições climáticas. A quebra de produção atingiu os 40 por cento.

“Este inverno tivemos horas de frio suficientes, a queda de chuva também suficiente o que permitiu aos produtores encher as charcas” indica José Pinto Castello Branco. Por outro lado, adianta ainda, “no período de floração não se registaram incidentes de maior, a par de dois momentos de geada que afetou sobretudo a produção do pêssego”.

Assim, a produção de cereja em 2017 “será seguramente superior que a do ano passado”, conclui o responsável.

Se isso se confirmar, é possível que este ano seja possível comprar cereja do Fundão por um preço ligeiramente mais baixo.

Célia Domingues