InícioSociedadeNovos caminhos e ruas que o 25 de Abril criou

Novos caminhos e ruas que o 25 de Abril criou

Ainda não teriam passado duas semanas depois da Revolução, quando a Comissão Administrativa que geriu a Câmara do Fundão a seguir ao 25 de Abril sentiu necessidade de erradicar da toponímia local toda e qualquer alusão ao período negro da ditadura fascista.

“A nossa preocupação foi eliminar o que dizia respeito ao salazarismo”, recorda Manuel Sanches, um dos sete elementos da Comissão Administrativa que esteve à frente dos destinos do concelho do Fundão, depois os portugueses conhecerem a cor da liberdade, depois de décadas de ditadura e de obscurantismo.

“A primeira mudança foi substituir o topónimo “Avenida Salazar” por Avenida da Liberdade”, conta Manuel Sanches, 43 anos depois de ter contribuído para registar na história da toponímia fundanense a palavra Liberdade.

A mudança teve direito a inauguração. Não com pompa, mas com grande significado simbólico, lembra o ex-empresário, agora com 88 anos (ninguém lhos dá) e, também ele, um combatente pela liberdade. Dedicou anos da sua vida à luta antifascista e foi militante do MDP/ CDE.

Toda a reportagem na edição impressa do JF.

Lúcia Reis, Romão Vieira e Célia Domingues