InícioSociedadeConheça o único forte militar da região na Guerra dos Sete Anos

Conheça o único forte militar da região na Guerra dos Sete Anos

Do alto da Serra das Talhadas – Moradal foi travado o avanço do exército franco-espanhol que já tinha tentado invadir Portugal pela fronteira em Trás-os-Montes. Derrotados a norte quando tentaram cruzar o Douro, o exército inimigo fez nova tentativa a sul, com uma segunda invasão pelas Beiras,  conquistando Almeida e Castelo Branco.

Mas os portugueses não estavam de braços cruzados. Foi constituído um exército franco-português, sob o comando do Conde de Lippe, que posicionou as tropas no sentido de defender Lisboa. Para isso foram construídas nas serras da Beira até Abrantes várias estruturas de defesa.

A participação de Portugal na Guerra  dos Sete Anos (1756-1763) foi um exemplo clássico da vitória da estratégia sobre o número. O plano desenhado por Lippe seria novamente colocado em ação, de uma forma mais sistematizada, por Wellington durante a terceira invasão francesa em 1810-11.

A Serra das Talhadas-Moradal, zona que compreende Proença-a-Nova, Oleiros e Vila Velha de Ródão, esconde mais de 30 estruturas arquitectónicas militares para a guerra defensiva, mas só uma está visível. Situa-se na Catraia, em Proença-a-Nova, e é o resultado de um longo trabalho de escavações iniciado em 2007 por aquele município e a Associação de Estudos do Alto Tejo (AEAT). 

Saiba tudo sobre este forte militar na edição impressa do JF.

Célia Domingues