InícioPolíticaVila de Rei continua a liderar no índice de “transparência”

Vila de Rei continua a liderar no índice de “transparência”

Vila de Rei continua a ser o Município da Beira Interior com melhor classificação no Índice de Transparência Municipal, ocupando a 16.ª posição no ranking nacional divulgado esta quarta-feira pela Transparência e Integridade – Associação Cívica (TIAC).

O Índice de Transparência Municipal (ITM) baseia-se, desde 2013, no levantamento da informação de interesse público disponível nos ‘sites’ dos 308 municípios, segundo 76 indicadores, agrupados em áreas, e não representa um índice de corrupção, nem significa sucesso eleitoral ou satisfação do eleitorado.

De acordo com João Paulo Batalha, da TIAC, o dado mais relevante do estudo relativo a 2016 é “o ganho significativo, em termos médios, da pontuação das câmaras municipais, que têm feito um esforço continuado para melhorar a pontuação desde a publicação do Índice pela primeira vez, em 2013”.

Em 2016, os municípios obtiveram, em média, 52 pontos numa escala de zero a 100, a primeira vez que a média ultrapassa os 50 pontos, mais 8 pontos em relação à média de 44 pontos obtida no ano anterior.

“Mesmo no ‘top-10’, os municípios que estão mais bem classificados estão todos acima dos 90 pontos e, portanto, houve também nos primeiros classificados um ganho importante”, salientou.

A Câmara Municipal de Alfândega da Fé continua a ser a melhor do país.

Na Beira Interior as posições são as seguintes: Vila de Rei (16.º), Fundão (30.º), Idanha-a-Nova (84.º), Sabugal (88.º), Oleiros (98.º), Vila Velha de Ródão (128.º), Sertã (151.º), Castelo Branco (171.º), Covilhã (202.º), Proença-a-Nova (204.º), Seia (213.º), Gouveia (215.º), Pinhel (215.º), Manteigas (230.º), Guarda (252.º), Trancoso (254.º), Celorico da Beira (274.º), Mêda (276.º), Penamacor (279.º), Figueira de Castelo Rodrigo (291.º), Belmonte (293.º) e Fornos de Algodres (305.º).