InícioPolíticaCarlos Adaixo candidato de coligação na Guarda

Carlos Adaixo candidato de coligação na Guarda

Carlos Adaixo é o candidato à autarquia da Guarda nas eleições autárquicas de 1 de outubro pela coligação “Guarda em Primeiro”, formada por independentes e pelos partidos CDS-PP, MPT e PPM.

O candidato independente Carlos Adaixo, professor de 55 anos, residente na Guarda, foi hoje apresentado como cabeça-de-lista da coligação, numa sessão pública realizada no auditório do Paço da Cultura da cidade “mais alta” do país.

Na apresentação, o presidente da concelhia do CDS-PP da Guarda, Henrique Monteiro, referiu que a candidatura “Guarda em Primeiro” surgiu porque nos três partidos que a integram “há um sentimento comum de inconformismo”.

 

O cabeça-de-lista justificou a sua candidatura por entender que no concelho é necessário que os políticos vão “além da política do tijolo ou da manilha”.

Adiantou que o seu programa eleitoral assentará em “quatro vetores importantes”: investimento e emprego, ação social, cultura e património e ambiente.

Carlos Adaixo irá propor ao eleitorado um programa “ajustado à realidade” e às necessidades locais.

“Estarei na política sempre de forma vertical e honesta e nunca me ouvirão dizer uma coisa hoje e amanhã outra”, disse.

O candidato afirmou que o seu objetivo é “ganhar” a presidência do município atualmente liderado por Álvaro Amaro (PSD/CDS-PP).

“Estou convencido que é possível, porque há muito descontentamento e as pessoas não estão satisfeitas”, justificou, em declarações aos jornalistas.

O atual presidente da autarquia da Guarda, Álvaro Amaro, vai concorrer ao segundo mandato pelo PSD, o PS candidata o ex-presidente da Câmara Municipal de Seia, Eduardo Brito, e o BE candidata Jorge Mendes, ex-presidente do Instituto Politécnico local.