InícioGuardaGNR deteve suspeito de atear fogo por negligência

GNR deteve suspeito de atear fogo por negligência

A GNR deteve um homem de 71 anos por suspeita de ter ateado um incêndio rural no concelho de Trancoso, distrito da Guarda, quando utilizava uma alfaia agrícola.

O fogo, que eclodiu pelas 15:18 de sexta-feira, numa zona de pasto e de mato na área da União de Freguesias de Vale do Seixo e Vila Garcia, no concelho de Trancoso, teve origem “por negligência”, quando o suspeito usava uma motorroçadora, informou fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda à agência Lusa.

O homem foi detido pela GNR e posteriormente libertado, mas notificado para, na segunda-feira, se apresentar no tribunal de Trancoso para primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventual medida de coação.

Este ano, a GNR já deteve quatro pessoas no distrito da Guarda por crime de incêndio florestal por negligência, indicou a fonte do Comando Territorial.

O incêndio de sexta-feira no concelho de Trancoso foi dominado pelos bombeiros pelas 19:37 e, segundo a GNR da Guarda, a área ardida e os prejuízos ainda não estão contabilizados.