InícioGuardaFeira Ibérica de Turismo exige que o país olhe para ela

Feira Ibérica de Turismo exige que o país olhe para ela

A 4.ª edição da Feira Ibérica de Turismo (FIT), a realizar de 28 de abril a 1 de maio, na cidade da Guarda, terá Cabo Verde como país convidado e a Extremadura espanhola como destaque.

Segundo o presidente da autarquia da Guarda, Álvaro Amaro, participam na FIT 130 expositores, mas inscreveram-se 260, o que revela o alcance da iniciativa organizada pela autarquia da cidade mais alta do país.

O autarca referiu hoje na conferência de imprensa de apresentação do certame, que irá ocupar várias tendas, no parque Urbano do Rio Diz, que a feira é ibérica, mas o “i” é “cada vez mais” de internacional.

Assumiu que é organizado na Guarda “aquilo que é comparável” à Bolsa de Turismo de Lisboa, mas a entidade promotora é apenas a Câmara Municipal da Guarda, daí que, apesar dos apoios conseguidos, “é chegada a hora de o país olhar para ela” e de participar na sua realização.

“Para termos ainda mais ambição, era importante termos uma parceria que pode ir para além do cofinanciamento”, declarou Álvaro Amaro, observando que a FIT “é hoje uma marca nacional”.

Pelas contas do autarca, o certame tem um investimento total da ordem dos 400 mil euros, mas com os apoios obtidos e a receita da bilheteira, vaticina que a despesa do município “andará na ordem dos 80 mil euros”.

O diretor da feira, Carlos Condesso, disse que a edição deste ano do certame tem “mais dimensão” e “mais qualidade”, será “mais ibérica e mais internacional”, acolhendo expositores “de Faro a Valença e da Extremadura à Galiza”.

A FIT ocupará uma área coberta de cerca de 9.000 metros quadrados e terá zonas de exposição, de restauração, de negócio, de apresentações e de descanso, entre outras.

Para além da oferta turística variada, os visitantes podem ainda usufruir de um programa diversificado que inclui concertos, atividades desportivas ao ar livre e caminhadas, entre outras propostas.

A FIT será inaugurada no dia 28 de abril, às 15 horas, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Os bilhetes para a feira estarão à venda no local, sendo que o ingresso diário custa dois euros e o bilhete geral (para os quatro dias), cinco euros. As crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita.