InícioGuardaÁlvaro Amaro quer centro tecnológico automóvel

Álvaro Amaro quer centro tecnológico automóvel

O social-democrata Álvaro Amaro, que se recandidata ao segundo mandato à presidência da Câmara da Guarda nas eleições de 1 de outubro, diz que se for reeleito criará um centro tecnológico associado à indústria automóvel.

“A Câmara [Municipal da Guarda] financiará um centro tecnológico ligado à industrial do automóvel”, disse Álvaro Amaro na apresentação dos candidatos aos órgãos autárquicos, durante uma sessão realizada na Alameda de Santo André, este domingo.

Na sua intervenção disse ainda que com o envolvimento das empresas do setor automóvel instaladas no concelho e com a colaboração do Instituto Politécnico, a autarquia criará “um curso ou mais de um curso” que proporcionarão “emprego garantido” para os jovens que o frequentarem.

Ainda no plano empresarial, prometeu para os próximos quatro anos uma Câmara Municipal “ainda mais amiga do investimento”.

No setor social, o candidato do PSD anunciou a criação de um Plano Municipal de Apoio às instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho.

Despoluir os rios Noéme e Diz e construir os Passadiços do Mondego, são outras das ideias do atual autarca da Guarda que também promete requalificar a Praça Velha, junto da Sé Catedral.

Em matéria de acessibilidades, Álvaro Amaro anunciou a intenção de construir a variante que ligará a rotunda dos efes à Via de Cintura Externa e uma nova via que sirva a zona da Sequeira.

Na sessão foram apresentados os elementos das listas concorrentes à Câmara, à Assembleia Municipal e às Juntas de Freguesia do concelho da Guarda.

A independente Cidália Valbom é a cabeça de lista à Assembleia Municipal.