InícioEspeciaisEspanha suspende mina de urânio junto a Vilar Formoso

Espanha suspende mina de urânio junto a Vilar Formoso

(c) El Diario

Foi suspenso o projeto de criação daquela que seria a única mina de urânio a céu aberto na Europa, prevista para a aldeia espanhola de Retortillo, a escassos quilómetros das localidades portugueses de Vilar Formoso, Almeida ou Figueira de Castelo Rodrigo.

Uma empresa australiana lidera esta possível exploração mineira, mas o processo está envolto em muita polémica, não só porque os ambientalistas falam de uma tragédia para a fauna e flora, mas também porque há suspeitas de favorecimentos de ex-políticos à empresa, em troco de avultadas somas em dinheiro.

O Ministério da Energia espanhol afirma que tudo está suspenso “até à divulgação do relatório do Conselho de Segurança Nuclear”, mas os ambientalistas e até alguns autarcas portugueses querem que o projeto seja eliminado definitivamente.

Contaminação de rios, aquíferos, solos e ar com partículas radioativas, além do risco de doenças respiratórias e oncológicas, são alguns dos “sérios perigos” apontados pelos ambientalistas portugueses e espanhóis, que estão unidos neste assunto, sublinhando ainda o abate de 25 mil árvores de crescimento lento, que estão plantadas numa área com uma extensão de cerca de 27 quilómetros.

“Exigimos o abandono imediato do projeto, por parte das entidades responsáveis, uma vez que coloca em causa a qualidade ambiental do território transfronteiriço, dada a proximidade com a região onde esta iniciativa está a ser executada”, frisa o vice-presidente da Câmara de Almeida, José Alberto Morgado.