InícioEconomiaNada de Papa, Benfica ou Eurovisão… aqui é mais sopa

Nada de Papa, Benfica ou Eurovisão… aqui é mais sopa

No fim de semana que se aproxima, quando as atenções estiveram voltadas para a visita do Papa, o possível “tetra” do Benfica ou o desempenho de Portugal na Eurovisão, há uma terra que não vai querer saber disso para nada. Falamos de Proença-a-Velha, no concelho de Idanha-a-Nova, que volta a receber aquele que é considerado o maior Festival das Sopas Tradicionais do país.

Esta 15.ª edição do evento realiza-se sábado e domingo e promete ultrapassar mais uma vez, segundo a organização, a centena de sopas a concurso.

Tudo começa sábado, dia 13, com o Encontro de Acordeonistas e Tocadores de Concertina. São 11 grupos a subir ao palco numa tarde em cheio. As atuações incluem ainda um espetáculo de cantares ao desafio e desgarradas minhotas, com os melhores artistas de Portugal, e fecham com uma noite de arraial.

Se no primeiro dia ‘brilham’ as concertinas, no domingo as modas e cantares tradicionais prometem dar ainda mais sabor às sopas a concurso. O cartaz musical destaca os grupos típicos de Idanha-a-Nova, Cidade Criativa da Música da UNESCO, e prolonga-se até ao final da tarde. Culmina com a atuação do conhecido artista “Augusto Canário e Amigos”, às 19 horas.

A prova oficial das sopas está marcada para domingo, a partir das 13 horas. Concorrem restaurantes e talentos de toda a região e caberá aos visitantes votar nas sopas mais saborosas.

A organização é da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e da Junta de Freguesia de Proença-a-Velha, e o evento integra a estratégia de Cooperação Transfronteiriça do Interreg Espanha-Portugal.

Filipe Sanches