InícioCulturaIdanha quer “Mistérios da Páscoa” na UNESCO

Idanha quer “Mistérios da Páscoa” na UNESCO

A Câmara de Idanha-a-Nova vai candidatar os “Mistérios da Páscoa”, manifestações de religiosidade popular ligadas ao ciclo quaresmal e pascal, às boas práticas do Património Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Os “Mistérios da Páscoa” incluem um conjunto de manifestações de religiosidade popular ligadas ao ciclo quaresmal e pascal que se estendem pelas 17 freguesias do concelho de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco.

“O objetivo é apresentar uma candidatura [dos Mistérios da Páscoa] à lista de salvaguarda das boas práticas da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, no âmbito do património imaterial”, disse o presidente do município, Armindo Jacinto.

Explicou ainda que esta candidatura às boas práticas da UNESCO conta com o apoio do Ministério da Cultura, cujo ministro, Luís Filipe Castro Mendes, vai estar presente no seu lançamento, na quinta-feira, em Idanha-a-Nova.

O autarca adianta que este património popular religioso, a sua autenticidade, originalidade e a sua preservação, contribuem de forma muito significativa para o desenvolvimento sustentado do território de Idanha-a-Nova.

Os Mistérios da Páscoa expressam-se na simplicidade dos gestos e das orações populares, traduzidos em procissões e cânticos no espaço sagrado ou na rua.