InícioCulturaCiclo dedicado ao ensaísta e filósofo Eduardo Lourenço

Ciclo dedicado ao ensaísta e filósofo Eduardo Lourenço

A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL) da Guarda anunciou hoje que dedica o mês de maio à vida e à obra do seu patrono, associando-se desta forma às celebrações do 94.º aniversário do ensaísta e filósofo.

O programa da BMEL de homenagem a Eduardo Lourenço, que nasceu em São Pedro de Rio Seco, Almeida, no distrito da Guarda, a 23 de maio de 1923, considerado “um dos mais prestigiados intelectuais europeus”, inclui uma exposição, um documentário, a apresentação de mais um livro de “Obras Completas de Eduardo Lourenço”, duas conferências e um percurso na sua aldeia natal.

O ciclo começa no dia na terça-feira, às 18:00, com uma visita guiada, pela investigadora Teresa Filipe, à exposição biobibliográfica “Eduardo Lourenço e os outros: no mundo como devir”, uma organização conjunta do Centro de Estudos Ibéricos (CEI) e da BMEL.

“Uma mostra onde se procura apresentar uma pequena seleção de momentos considerados relevantes para o conhecimento do percurso de um dos mais apaixonantes intelectuais da contemporaneidade”, adianta a organização.

No dia 11, pelas 18:00, será exibido o documentário “lha Portugal”, da autoria de Anabela Saint-Maurice, sobre Eduardo Lourenço, ilustrado com imagens de arquivo e depoimentos do próprio e de diversas personalidades.

No dia 18, às 18:00, Carlos Mendes de Sousa, professor na Universidade do Minho, apresenta “Obras Completas de Eduardo Lourenço – Livro III: Tempo e Poesia”, cuja primeira parte é constituída pela reprodução integral da obra “Tempo e Poesia”, publicada em 1974, indica a BMEL em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

“Eduardo Lourenço e Vergílio Ferreira: Heterodoxia, ortodoxias e existencialismo – A propósito do cinquentenário de Heterodoxia II (1967-2017)”, é o título da conferência que Jorge Costa Lopes, doutorado em Estudos Literários, Culturais e Interartísticos, proferirá no dia 20, um sábado, às 16:00.

O ciclo dedicado a Eduardo Lourenço termina no dia 30, uma terça-feira, com a realização, às 17:30, da visita “Sob o signo de Eduardo Lourenço – um breve itinerário existencial. Um percurso em S. Pedro do Rio Seco (Almeida)”, conduzido por António José Dias de Almeida.

A BMEL adianta que a visita à aldeia natal do ensaísta e filósofo será “uma oportunidade para conhecer os locais das vivências de Eduardo Lourenço enquanto guardense, enquanto beirão e também raiano”.