InícioCulturaAcademia de Música: a paixão que faz vibrar a cidade

Academia de Música: a paixão que faz vibrar a cidade

As notas de música povoam as salas, os corredores e todo o espaço envolvente à Academia de Música e Dança do Fundão. Surgem daqui e dali e surpreendem os ouvidos de quem chega. Há dezenas de alunos, de diferentes idades, a ensaiar com os professores. Na maioria das salas, trabalha-se em grupo. Todos dão o seu melhor até para encontrar a sonoridade perfeita.

O concerto de final do ano letivo está à porta e levará para o palco o percurso de vinte anos, feito de muitas conquistas e sonhos. O patamar é de excelência e há que fazer jus à fama. A Academia já deu música a Presidentes da República, ao Nobel da Literatura José Saramago, a muitos ministros e secretários de Estado.

“Vinte anos depois, é tempo de olharmos para trás, percebermos como chegámos até aqui e como iremos desenvolver o novo ciclo”, afirma João Correia, o diretor executivo, ligado, desde o início, à Academia. “Muitas pessoas estabelecem a comparação entre o que era a vida cultural no Fundão antes de existir a Academia e o que é agora”, refere João Correia, sinalizando as mais-valias que aquela escola de ensino artístico tem proporcionado à cidade e a dinâmica cultural gerada por 35 professores, 536 alunos, e um pólo em Penamacor.

Toda a reportagem na edição impressa do JF.

Lúcia Reis