InícioCovilhãIncendiário da Covilhã fica em prisão preventiva

Incendiário da Covilhã fica em prisão preventiva

O sapador florestal que foi detido na madrugada de segunda-feira por suspeitas de ter ateado o incêndio na Erada, concelho da Covilhã, foi ouvido em tribunal esta terça-feira e ficou em prisão preventiva.

O homem, de 34 anos, que anteriormente foi pastor, confessou o crime quando foi confrontados pelas autoridades.

O detido estava em missão de vigilância e prevenção, quando se afastou dos colegas sapadores. Ao regressar para junto da equipa, sugeriu que se deslocassem para outro local, já com a ignição feita.

Posteriormente, foram alertados para o fogo que tinha deflagrado.