InícioCovilhãCovilhã mostra como será uma sala de aula do futuro

Covilhã mostra como será uma sala de aula do futuro

escola campos melo

Como será dar aulas no futuro? Que equipamentos e pedagogias farão parte de uma sala de aula pensada para o século XXI? Estas são questões que a Escola Secundária Campos Melo pegou para construir a sua “Sala do Futuro”. Inaugurada na passada sexta-feira, a propósito das comemorações do 133.º aniversário daquela instituição, a “Sala do Futuro” é um espaço que reflete a visão que a escola tem sobre como será a sala de aula do amanhã.
Situada paredes-meias com o Museu da Escola, a “Sala do Futuro” representa, na opinião da diretora da instituição, a estratégia pedagógica daquele estabelecimento. “Somos uma escola que se orgulha do passado, reflete o presente e constrói o futuro”, começa por dizer Isabel Fael. A diretora explica que a divisão do edifício entre o Museu e a “Sala do Futuro” não foi inocente, já que é importante “termos as nossas raízes sempre presentes e, ao mesmo tempo, estimularmos os alunos para o futuro que se abre nos seus horizontes e prepará-los o melhor possível”.

escola campos melo

A ideia da “Sala do Futuro” partiu, segundo Isabel Fael, de uma visita que a escola fez ao espaço idêntico existente no Centro de Formação EDUFOR, em Mangualde, que por sua vez se inspirou no conceito das “future classrooms” existentes na European SchoolNet, em Bruxelas. “Quisemos perceber a orgânica do funcionamento de uma sala como esta e adaptá-la à realidade da nossa escola e às atividades que desenvolvemos aqui”, explica a diretora.
Composta por equipamentos relacionados com a robótica, a programação e a edição de som e imagem, a “Sala do Futuro” possui ainda espaços decorados com o propósito de promover debates e discussão de ideias e de projetos entre professores de todas as disciplinas e alunos do sétimo ao 12.º ano de escolaridade.
Para Isabel Fael, esta sala é como que “um laboratório para experimentar metodologias do século XXI para que depois possam ser aplicadas às disciplinas e às salas de aula”.
A inspiração na “Sala do Futuro” do Centro de Formação EDUFOR é um motivo de

escola campos melo

orgulho para a direção daquela instituição. “Este espaço vai fazer com que a comunidade escolar repense a forma como está a preparar os jovens”, diz José Miguel Sousa. O diretor daquele centro de formação diz que é uma satisfação ver o caminho que esta escola está a tomar no sentido de se preparar para aquilo que será a escola do futuro.
A comunidade estudantil também contribuiu para a construção daquele espaço, nomeadamente no mural composto por palavras escolhidas pelos alunos que caracterizam a Escola Secundária Campos Melo, bem como as pinturas de antigos alunos daquela instituição, para além de uma fotografia aérea da Covilhã cedida por um antigo aluno.
Relativamente à formação dos professores para a realização de aulas na nova sala, a mesma está a ser feita em parceria com o Centro de Formação da Associação de Escolas da Beira Interior.

Pedro Krusse Afflalo