InícioSaúde
Artigos

“NÃO há nenhum caso de sarampo na área geográfica da Cova da Beira”, garantiu na última sexta-feira ao JF Henriqueta Forte, coordenadora dos delegados de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde da Cova da Beira. Nesse mesmo dia, também não havia qualquer caso de

O grupo parlamentar do PCP está contra a redução de horário da ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) na Covilhã e apresentou na Assembleia da República uma pergunta ao Governo. "A concretizar-se esta proposta, é a população que será penalizada e que ficará mais

Apesar de algum alarmismo no país, não se regista qualquer caso de sarampo na Beira Interior, nem sequer em toda a região centro. A informação foi avançada ao JF por Henriqueta Forte, delegada de saúde coordenadora da ACES Cova da Beira. Para esta responsável médica, a

A partir de 1 de maio, no horário noturno (da meia-noite às 8 da manhã), a ambulância do INEM não vai funcionar na Covilhã, devido a uma redução de horário dos trabalhadores. A informação foi tornada pública pela comissão de trabalhadores do Instituto Nacional de Emergência

Os deputados do PS eleitos por Castelo Branco querem que o Ministério da Saúde disponibilize na região Centro um medicamento para os doentes de paramiloidose, cuja disponibilização só é feita no Hospital de Santo António, no Porto. "Acontece que, embora a paramiloidose [doença dos pezinhos] tenha

O Governo aprovou a criação do Centro Académico Clínico das Beiras, que agregará várias unidades de saúde e de ensino superior dos distritos de Castelo Branco, Guarda e Viseu, e cuja portaria foi publicada esta sexta-feira em Diário da República. De acordo com o documento, este

Portugal tem atualmente cerca de 500 mil sobreviventes de cancro e perto de 100 mil doentes em tratamento, segundo dados hoje apresentados pela Liga Portuguesa Contra o Cancro. Vítor Veloso, presidente da Liga, lembrou, a propósito destes números, que o cancro se tem tornado cada vez

O BASTONÁRIO da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, afirmou na sexta-feira que está empenhado e a desenvolver esforços para a que a região possa ter um serviço de cardiologia de intervenção, especialidade que é praticada nas unidades de hemodinâmica. “É absolutamente fundamental. As pessoas que vivem

/