InícioCastelo BrancoProença-a-Nova inicia programa de cadastro florestal

Proença-a-Nova inicia programa de cadastro florestal

A Câmara Municipal de Proença-a-Nova vai criar um gabinete dedicado ao cadastro florestal e admite incluir, no próximo orçamento, o projeto de criação de um fundo destinado à gestão de combustível nos perímetros urbanos, foi hoje anunciado.

O município refere que a criação do gabinete dedicado ao cadastro florestal enquadra-se “no conjunto de medidas de ação imediata para trabalhar em prol da floresta”.

“Há aqui um exercício novo de programação da floresta que exige medidas que sejam fortes”, segundo o autarca João Lobo.

Proença-a-Nova faz parte do conjunto de municípios que irá iniciar o processo de cadastro predial, uma medida aprovada na Lei nº78/2017 de 17 de agosto.

Será criada uma plataforma onde qualquer cidadão poderá fazer o cadastro da sua propriedade, gratuito durante dois anos, passando a existir um número único de identificação do prédio rústico.

“A ideia é ter um registo simplificado, onde qualquer cidadão pode fazer o cadastro que depois será validado pelas autoridades competentes”, segundo a autarca, citada no documento.

Em cima da mesa está também a criação de um fundo destinado à gestão de combustível nos perímetros urbanos.

“Este fundo será articulado e trabalhado com as Juntas de Freguesia e as associações do concelho, parceiras essenciais para se implementar e mudar também atitudes na sociedade”, refere João Lobo.

O autarca vaticina que deste esforço resultará “a potenciação da prevenção e combate aos incêndios florestais”.

Na procura de medidas que deem resposta à situação anómala de incêndios florestais, o autarca anunciou ainda a criação de parques para receção de madeiras, um deles no Parque Empresarial, “para que não se pratiquem valores abaixo do preço de mercado e não haver aproveitamento da tragédia dos incêndios”.