InícioCastelo BrancoLar de “jovens que não existem” vai mesmo fechar

Lar de “jovens que não existem” vai mesmo fechar

(c) Carlos Domingues

O centro especializado de acolhimento de jovens, gerido pela ADM Estrela na Casa da Tapada da Renda, em Louriçal do Campo (Castelo Branco), vai fechar portas.

Recorde-se que este espaço estava envolto em polémica, devido ao recebimento de um subsídio para jovens que efetivamente “não existiam”, como o JF noticiou recentemente.

Propriedade do Ministério da Justiça, o JF apurou que a tutela está a estudar a implementação de um novo projeto social para aquela propriedade que poderá passar por um estabelecimento prisional de baixa segurança para reclusos mais velhos.

Este é aliás um projeto idêntico àquele que foi recentemente anunciado para a Guarda. Com as prisões dos adultos a abarrotar e o número cada vez mais elevado de idosos detidos, o Governo está a reformular a rede de centros educativos para este fim.

Toda a informação na edição semanal do JF.

Célia Domingues