InícioCastelo BrancoFogo em Proença-a-Nova “mais calmo” mas reacendimentos preocupam

Fogo em Proença-a-Nova “mais calmo” mas reacendimentos preocupam

O incêndio que lavra em Proença-a-Nova “está mais calmo” hoje e a preocupação nesta manhã é conseguir “estancar” os reacendimentos, já que o fogo não está controlado, disse à Lusa o presidente do município.

“O fogo está mais calmo. Há reacendimentos, visto que a área é muito extensa. A preocupação agora é conseguir estancar esses reacendimentos que vão acontecer ao longo do dia”, explicou o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo.

O autarca sublinhou que o incêndio ainda não está controlado e adiantou que perto das 09:30 houve um novo episódio que gerou risco, junto da localidade de Catraia Cimeira, mas “já foi controlado”.

Neste momento, não há qualquer povoação ou localidade em risco.

O incêndio deflagrou na tarde de domingo no concelho da Sertã (distrito de Castelo Branco) e alastrou-se a Proença-a-Nova, bem como ao concelho de Mação (distrito de Santarém).

Segundo a página na internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), estão no local a combater o fogo 989 operacionais, apoiados por 312 viaturas e 11 meios aéreos.

Quanto ao incêndio que começou em Castelo Branco e entretanto avançou para Vila Velha de Ródão, o cenário é semelhante. As chamas perderam força durante a noite, mas todos estão preocupados com reacendimentos. segundo o vice-presidente da Câmara, José Manuel Alves, o incêndio estava esta manhã perto do monumento natural de Portas de Ródão, junto ao Tejo.