InícioCastelo BrancoCastelo Branco avança com plataforma de reutilização de manuais escolares

Castelo Branco avança com plataforma de reutilização de manuais escolares

A Câmara de Castelo Branco apresentou hoje a plataforma municipal de reutilização de manuais escolares que permite aos munícipes recuperar até 80% das despesas com livros.

“Trata-se de uma plataforma à qual Castelo Branco aderiu desde a primeira hora e que permite a reutilização de manuais escolares e poupanças às famílias nos custos dos livros”, afirmou o presidente do município de Castelo Branco, Luís Correia, durante a apresentação da Spin Castelo Branco.

O projeto ‘online’ de reutilização de livros escolares foi desenvolvido pela ‘Book in Loop’, da Universidade de Coimbra, criada com o objetivo de promover a reutilização de livros escolares do 5.º ao 12.º ano.

O autarca explicou que foi estabelecido o diálogo com os agrupamentos de escolas do concelho de Castelo Branco, que se juntaram ao município neste projeto.

“Estamos a fazer algo muito positivo, não só para as famílias mas também em termos ambientais”, informa o autarca.

No concelho de Castelo Branco, os gastos anuais com manuais escolares ascendem a um milhão de euros e é preocupação do executivo municipal aliviar a fatura das famílias na aquisição destes recursos didáticos.

A plataforma Spin Castelo Branco já está em funcionamento no sítio da internet spincastelobranco.pt e dá aos interessados a possibilidade de venderem os seus manuais usados e recuperarem até 20% do preço de capa do livro ou fazerem encomendas para o próximo ano letivo, podendo poupar 60% do preço de venda ao público.

O projeto permite, a quem tenha manuais escolares em boas condições, aceder ao ‘site’ e ver onde são os pontos de recolha onde pode entregar gratuitamente os livros ou pedir à empresa que os recolha ao domicílio, por um valor acrescido.

Após a entrega dos manuais, estes serão submetidos a um controlo de qualidade e, antes de o ano letivo começar, são colocados à venda, com desconto.

O funcionamento da plataforma é simples, mas, caso os utilizadores precisem de ajuda, existe um número de apoio na própria página disponível diariamente entre as 10:00 e as 18:00.

Os interessados em efetuar vendas de manuais na Spin Castelo Branco têm até 31 de julho para o fazer e podem já fazer encomendas para o próximo ano letivo.

Em breve, irão estar também disponíveis aplicações móveis para android e ios.

A representante dos agrupamentos de escolas do concelho, Rosa Caetano, adiantou que este projeto vai alargar o leque de oportunidades e também a reutilização de manuais escolares.  Conclui que, “pensando na questão económica, este é um projeto muito bem-vindo para as famílias”.